Saneamento
  1. Organizar um abaixo-assinado entre os moradores, com ajuda e orientação de especialistas na área e líderes da comunidade, para informar aos poderes públicos municipais o desejo da comunidade de que seu bairro seja saneado, a água fornecida seja de boa qualidade e o lixo aglomerado em terrenos baldios seja proibido. Cobre dos seus representantes políticos as promessas relativas a esse tema que foram feitas em campanha eleitoral. Confira como promover um abaixo-assinado acessando o link do 13° Tempo.
  2. Mobilizar a comunidade por meio de campanhas educativas sobre o uso consciente da água fornecida, os riscos que ela pode trazer se não for tratada, pequenas ações que podem evitar o desperdício e a atenção que precisamos ter com as informações na conta de água, por exemplo, as informações sobre os níveis de nitrato. Pela Portaria 518/04 do Ministério da Saúde, o teor máximo de nitrato permitido para a água ser considerada potável é de 10mg/L. Saiba mais.
  3. Promover uma oficina para crianças e adolescentes, criar um “blog” ou falar com a imprensa sobre os seguintes temas: O que é o saneamento? Para que ele serve? O que a falta de saneamento tem a ver com a poluição da água que bebemos ou com a proliferação de insetos que causam doenças? O que podemos fazer para torná-lo realidade em nossa comunidade?
  4. Organizar e promover um debate com especialistas em saneamento, fornecimento de água e tratamento do lixo. O site do Instituto Akatu tem muitas dicas e informações (www.akatu.org.br).
  5. Fazer uma campanha (com música, peça de teatro, cartaz, mensagens de rádio, “quiz” ou gibi) para incentivar uma melhor higiene em comunidades onde não existe saneamento básico, informando da importância de pequenos atos como lavar as mãos, andar calçado e de como melhorar o saneamento no seu bairro.
  6. Organizar na escola um concurso de redação baseado no tema saneamento, tendo como base uma foto tirada dentro do bairro em que a escola está inserida. Podem ser chamados para orientar e participar da comissão de seleção professores de Português, Biologia, Geografia, etc.
  7. Organizar uma grande atividade, com oficinas que tratem do uso consciente da água, formas de ação para solicitar o saneamento na sua comunidade, os perigos causados pela falta de saneamento.
  8. Promover aulas de tradução e interpretação, utilizando o tema saneamento. Nos sites das diversas agências das Nações Unidas, existem muitas informações didáticas sobre o assunto em Espanhol, Francês e Inglês (www.sanitation2008.org - www.unwater.org).

As Dicas sobre Saneamento foram sistematizadas pela Região Escoteira do RN.