Em defesa da Terceira Idade


 

A violência contra a pessoa idosa é um fenômeno universal. Variadas formas dessa violência,
são tratadas como uma maneira de agir considerada normal e natural em diversas
sociedades, permanecendo ocultas nos hábitos, costumes e nas relações entre as pessoas.

No Brasil e no mundo, a violência contra a pessoa idosa evidencia-se nos tipos de relações entre pobres e ricos, entre os gêneros, as etnias e os grupos de idades nas diversas esferas de poder: familiar, político e institucional, quando utilizam formas, meios e métodos distintos de aniquilamento do outro, ou ainda a coação direta ou indireta, causando danos físicos, morais e mentais.

Segundo o IBGE, 75% da população idosa é pobre, com significativa parcela na faixa dos
miseráveis ( 43%), pessoas que necessitam da intervenção de serviços públicos e é sabido que grupos mais fragilizados economicamente, estão mais vulneráveis a sofrerem com as várias formas de violência que os outros.

O Grupo Amarribo Júnior de Ribeirão Bonito - SP promove, nesse domingo 27 de abril, uma palestra seguida de uma dinâmica sobre o tema: "Violência, abusos e maus tratos na terceira idade" para alertar a população a respeito do problema. A palestra será administrada por uma fisioterapeuta e dois educadores físicos.

 

Fonte: Centro de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e Amarribo Júnior.